O melhor BMW de sempre?

Quem nos acompanha através de podcast ou no Youtube já deve ter visto a nossa mais recente publicação, se não nos seguem podem subscrever o canal de YouTube aqui.

Mas vamos ao que interessa, escolhemos 3 carros cada um e no final decidimos um vencedor: o melhor BMW de sempre!

As escolhas do Vítor

BMW M1
Começou com uma parceria entre a BMW e a Lamborghini para competir no Grupo 5, mas depois de a Lamborghini abandonar o projeto a BMW decidiu ir buscar todo o material a Itália e desenrascaram-se com o que tinham. É considerado um flop pelo facto de que quando saiu as regras já terem mudado e o carro ser desatualizado para competição. Foi o primeiro BMW de produção de motor central e depois disso só houve o i8 que na verdade nasceu de um concept car inspirado no M1. Estava equipado com um motor de 6 cilindros em linha, o mesmo do M5 E28.

BMW 507
Mais conhecido como o “carro do Elvis” porque ele chegou a ter dois destes belíssimos 507, que se destacava como uma tentativa da BMW de fazer frente ao Mercedes-Benz 300SL. As coisas não correram bem porque o carro era caro demais e quase levou a BMW à falência. A BMW teria mesmo falido não fossem alguns investidores e alguns carros mais baratos para salvar a marca. Mas este carro não é a escolha pela sua qualidade, mas simpela sua beleza, à frente do seu tempo e com umas linhas icónicas que viriam no futuro a inspirar todos os BMW roadster. Foi também o primeiro V8 de produção da BMW, e todos nós sabemos quão belo é o som de um V8 da BMW!

BMW 750iL 6.7L V16 E32 Goldfish
Este é um bocado batota porque não foi um veículo de produção, mas é um perfeito exemplo do que a BMW consegue fazer quando dá carta branca aos seus engenheiros. Este carro merece um artigo por si só, mas assim em jeito de resumo, a BMW pegou no 5.0 V12 do série 7 e criou um V16 6.7 com mais de 400 cavalos. O motor era tão grande que não havia espaço na frente para a refrigeração, que foi então colocada na mala e criadas 2 enormes entradas de ar por cima das rodas traseiras. Visto de trás era possível ver as ventoinhas do radiador através da grelha traseira.

As escolhas do David

BMW M3 E30
Não há assim muito mais a dizer sobre este carro que ainda não tenha sido dito ou escrito e é provavelmente um dos carros de produção da BMW mais valorizados de sempre. O motor atmosférico de 4 cilindros em linha S14 com potências de 200 até 240 cavalos fizeram deste primeiro M3 um dos carros que vieram a definir a génese desportiva da BMW. Leve, potente e trazendo a desportividade para a o automóvel comum.

BMW Série 5 E2
No ano passado o David escreveu aqui que andava à procura de um destes fantásticos Série 5 para comprar. Ainda não encontrou e o sonho perdura.

A pureza das linhas, o baixo peso e sobretudo a simplicidade aliada a uma elevada qualidade de construção fascina-me. Nada como um volante, três pedais e uma caixa de velocidades, sem distrações na consola central, nem barulhos irritantes, mas sim o cantar sereno de um 6 cilindros em linha simples e fiável, quando tratado devidamente.

David Costa in Histórias Sobre Rodas

BMW M5 E39
Discutivelmente o melhor M5 da história da BMW. Há pouco mais de 20 anos a BMW apresentou a terceira geração do M5, o primeiro com um V8, o primeiro a ultrapassar os 400cv e o primeiro a passar dos 300km/h sem limitador. Com umas linhas simples mas agressivas, quase que nem se notava que era uma autêntica besta de 400 cavalos.

Chegando à hora da verdade, e com muita discussão, lá chegamos à conclusão que se tivéssemos que escolher um carro desta lista, o BMW M5 E39 era o vencedor. Se calhar o M3 E30 era um justo vencedor, mas na hora da verdade, a escolha ia para um M5 de 2001 com aqueles “Angel Eyes” e som demoníaco.

There are no comments yet

Why not be the first

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.