Vídeo – o que realmente aconteceu no Volvo autónomo da UBER

Já muita tinta e muitos bits correram sobre a história do carro que atropelou a ciclista, pois de certeza que já leram por todo o lado esta notícia de um Volvo autónomo da UBER que atropelou uma ciclista nos EUA.
342
Agora, aquilo que parece que está a custar aos meios de comunicação é divulgar o vídeo do que realmente aconteceu. Nós na altura não abordamos o assunto porque ninguém sabia o que se tinha passado e não quisemos sentenciar logo os carros autónomos em praça pública, pois era isso que infelizmente estava a acontecer. Isto não quer dizer que os carros autónomos sejam infalíveis, mas é certo que são muito menos falíveis do que os humanos.
uber-cyclist-crash
Há uma velha máxima do jornalismo que diz: “não é notícia quando um cão morde um homem, mas é notícia quando um homem morde um cão”. E aqui foi mais ou menos o que se passou, não foi notícia porque um condutor de um automóvel atropelou um ciclista, mas foi notícia porque um carro autónomo – uma máquina – atropelou um ciclista. Parece que há um medo maior de morrer às mãos de uma máquina do que às mãos de um ser humano. Há também a particularidade de isto se ter passado nos EUA e eles lá gostarem de denegrir a imagem de toda e qualquer marca que não seja norte americana.


Mas vamos ao que passou: o vídeo da polícia local mostra-nos uma estrada vazia à noite quando do meio do nada aparece uma senhora com uma bicicleta à mão a atravessar uma estrada escura como se nada fosse. A senhora não estava numa passadeira, não estava a circular na bicicleta e não cumpriu as mais básicas regras de usar uma estrada. Para além disso, vemos também o condutor de segurança do veículo autónomo que não parecia estar muito atento ao que estava a fazer.
Mas a pergunta que fica é: se fosse uma viatura normal, a ser conduzida por um condutor experiente e atento, este acidente seria evitável? Não sabemos, mas o que se sabe é que se calhar a máquina não teve assim tanta culpa como a que lhe foi atribuída ao início…
[Obrigado ao nosso seguidor Miguel Vasconcelos por nos ter alertado para esta notícia]

There are no comments yet

Why not be the first

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *